Barcelona planeja lançar próprias NFTs e Criptomoedas

Data:

Um dos maiores clubes do mundo, que já ostentou craques brasileiros em seu elenco como, Ronaldo, Rivaldo, Daniel Alves, Neymar e Ronaldinho, o Barcelona parece ser mais um time de futebol a querer se aprofundar no mundo das Criptomoedas e NFT.

Passando por dificuldades financeiras desde 2016, que chegaram em seu ápice em 2021, quando o clube da Catalunha teve de dispensar o maior ídolo de sua história, Lionel Messi, por não ter condições de bancar seu salário, o Barça vê uma saída nos investimentos em Blockchains e cripto ativos para enfim sair da crise.

Em uma palestra feita em Barcelona, chamada de Mobile World Congress (MWC), o presidente da equipe espanhola, anunciou sua ideia de projeto que mira “salvar” o Barça.

“Queremos criar nossa própria criptomoeda, que ficará sob o controle do clube. Entendemos que temos que fazer isso sozinhos e temos talento suficiente no clube para desenvolver todas essas coisas. Com blockchain há muitas oportunidades. Acho que, em breve, apresentaremos nossas primeiras NFTs, e o motivo pelo qual estamos planejando isso é para ajudar nossas finanças. Temos 300 milhões de fãs ao redor do mundo e estamos trabalhando muito para registrar todos esses fãs. O big data é muito importante”, projetou Joan Laporta.

O Barcelona já possui seu próprio Fan Token, espécie de criptomoeda utilitária que é vista como um novo tipo de sócio-torcedor. Em parceria com a gigante do segmento, Socios.com, os catalães venderam seus milhões, porém, nada próximo do novo projeto ambicioso.

A ideia de uma cripto e NFTs exclusivas do Barcelona, será ainda mais voltada ao lucro do que para experiências em si.

Criptomoedas e NFTs podem ajudar Barcelona contra rivais

Em um futebol totalmente industrializado, onde praticamente só se vence aquele que gasta mais e tem mais poder de investimento, um clube da grandeza do Barcelona se vê sem saídas sem o poderio financeiro.

Times como Manchester City e PSG, dominam seus devidos países e o continente europeu por conta de patrocínios e investimentos milionários, que também em alguns casos é oriundo de seus mandatários.

Tendo isso em vista, o presidente Joan Laporta acredita que essa nova crescente dos cripto ativos apareça como uma forma de bater de frente com os ricos do esporte, contando também, com a ajuda de torcedores e não só de investidores.

“Temos que ser capazes de obter os mesmos recursos que nossos concorrentes. O problema é quando as regras não são as mesmas para todos nós. Não podemos competir contra [clubes com financiamentos estatais, como PSG e Manchester City]”, disparou Laporta.

O presidente porém alertou, que não quer ver o time envolvido com outras criptomoedas, confirmando assim que deseja ter a própria.

Recentemente o Barcelona se desligou de um patrocínio milionário com a empresa de criptomoedas Ownix, após um consultor ter sido preso, evitando assim polêmicas.

“Existe um negócio tradicional [de futebol] que todo mundo conhece, mas existe um mundo novo e, neste mundo, para competir, temos que desenvolver um grande departamento de tecnologia e inovação. Estamos desenvolvendo nosso metaverso e nosso web3 e rejeitamos ser associados a uma criptomoeda”, completou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar

Mais lidas

Continue Lendo
Relacionados

Empresa lança NFTs para apoiar futebol feminino; Entenda

O banco de investimento suíço Credit Suisse e a...

E-Sports e Metaverso; Conheça projeto da Talon

Talon Esports anunciou que está lançando um metaverso para...

2024 o ano dos Fan Tokens? Veja as melhores opções

A introdução da tecnologia blockchain e das criptomoedas revolucionou...

Gigante do Futebol Inglês cria sua própria Criptomoeda

O Tottenham Hotspur está colaborando com o Socios.com para...