Entenda por que a Fórmula 1 quer investir pesado nos Ativos Digitais

Data:

Um dos esportes mais influentes do mundo e também um dos que mais vem se envolvendo em projetos de avanço tecnológico e Investimento web3 nos últimos tempos, a Fórmula 1 parece mais do que nunca muito interessada em investir pesado no universo dos Ativos Digitais.

Pensando em ir além dos acordos milionários já existentes de patrocínio com marcas e empresas da web3, a F1 no início do mês de agosto solicitou o registro de patentes relacionadas a itens de NFTs e serviços financeiros que irão envolver Criptomoedas.

Tal pedido de patente foi registrado no órgão do USPTO (Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos EUA).

A informação foi divulgada na última semana pelo advogado Michael Kondoudis, jornalista e especialista em registro de marcas, que publica em suas redes sociais novidades quanto à movimentação de empresas no segmento.

Nessa solicitação, foi mostrado que a F1 listou diversos produtos e serviços que a empresa supostamente vai oferecer no GP de Las Vegas, nos Estados Unidos, em 2023, quando fará sua estreia como circuito da Fórmula 1.

Mais especificamente dentro desses pedidos são feitas menções a produção de NFTs e a criação de uma Criptomoeda própria da Fórmula 1.

Além dos artigos digitais, o documento apresenta uma variedade de itens físicos, que mesmo assim não fogem do âmbito de colecionável digital, já que poderão representar a propriedade de um Token Não Fungivel (NFT). Dentre esses itens estão inclusos equipamentos dos veículos, roupas, itens de decoração, carteiras, itens de perfumaria e bolsas.

GP de Las Vegas pode ser o primeiro da F1 a aceitar Criptomoedas

Ainda sobre as novidades dentro do documento, também é possível reparar numa solicitação de registro em cima de um “download de software computacional para gerenciar transações de criptomoedas usando a tecnologia blockchain”.

De acordo com especialistas, esse tema sugere que o grande GP de Las Vegas estaria se preparando para ser o primeiro da história da Fórmula 1 a aceitar Criptomoedas como forma de pagamento pelos ingressos.

Apesar disso ser uma novidade por si só, não será a primeira vez que Fórmula 1 estará envolvida diretamente com o universo cripto. Muito pelo contrário, a categoria de automobilismo é um dos esportes do qu mais se envolve em projetos do gênero, e atualmente conta em seu portfólio com patrocínios de peso, como por exemplo com a FTX, Bybit, Crypto.com e Temos.

Tais patrocínios estão presentes tanto em placas de publicidade e em ações nos circuitos, quanto nas escuderias, já que várias equipes da F1 também já contam com acordos próprios com algumas empresas da web3.

Para citar alguns exemplos, pode ver comentado sobre o acordo de produção de NFTs da Ferrari, junto a Velas; Ou, a também coleção de NFTs, só que dá McLaren, casa de Lewis Hamilton, em parceria com a MSO Labs.

O GP de Las Vegas, do qual devem acontecer todas essas novidades, foi anunciado ainda em março de 2022, no entanto, estará apenas no calendário de 2023, mas ainda sem uma data exata determinada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar

Mais lidas

Continue Lendo
Relacionados

Empresa lança NFTs para apoiar futebol feminino; Entenda

O banco de investimento suíço Credit Suisse e a...

E-Sports e Metaverso; Conheça projeto da Talon

Talon Esports anunciou que está lançando um metaverso para...

2024 o ano dos Fan Tokens? Veja as melhores opções

A introdução da tecnologia blockchain e das criptomoedas revolucionou...

Gigante do Futebol Inglês cria sua própria Criptomoeda

O Tottenham Hotspur está colaborando com o Socios.com para...