Equipe mais rápida da F1 fecha parceria com gigante dos criptoativos

Data:

Já há algum tempo envolvida com projetos no mundo automobilístico, a exchange de Criptomoedas ByBit, fechou uma parceria com a Oracle Red Bull Racing, considerada a equipe mais rápida da Fórmula 1.

Baseada na blockchain da cripto XTZ (Tezos), o projeto entre Red Bull Racing e a ByBit começou a ser produzido após o GP de Mônaco de 2022, disputado no último mês de junho.

Até agora as informações que se tem é da criação de um NFT exclusivo da equipe da ORBR, que serão vendidos a partir de leilões.

Os tokens não fungíveis (NFT) trarão designs referentes tanto quanto ao passado da equipe, o presente e o futuro.

Os ativos digitais da Red Bull, no entanto, são apenas um dos dois projetos da empresa com a ByBit. Isso porque, ao mesmo tempo que a criação dos NFTs vem sendo feita, ocorreu a estreia do filme da exchange The Search for the Next Level, que são estrelados pelos próprios pilotos da equipe, Max Verstappen e Sérgio Pérez. O filme curta metragem traz basicamente a visão e de como se trata o lançamento do novo carro da Red Bull, o RB18.

As criptomoedas na F1

Apesar de um dos destaques, a equipe da Red Bull não é a única da Fórmula 1 a estar inclusa no mundo das Criptomoedas.

Um dos times mais tradicionais da competição, a Aston Martin, é outra que fechou acordo recente, justamente também para o GP de Mônaco, com a Crypto.com, outra gigante das exchanges, sendo inclusive tratada como a maior do segmento.

A ideia do contrato fechado por vários anos é de incluir os fãs da equipe em um ambiente digital, possibilitando a compra de ativos da Aston Martin e, a partir daí, a liberação de AirDrops de NFTs da equipe britânica.

Ainda em 2022, a Alpine, foi mais uma a se juntar a uma gigante das Criptomoedas, a Binance. Tendo uma das moedas mais valorizadas do mercado, a Binance fechou um acordo semelhante ao da Crypto com a Aston Martin, possibilitando também a compra de ativos e liberação de AirDrops.

No entanto, a mais tempo no mercado, a exchange já conseguiu proporcionar aos fãs oportunidades únicas após seus investimentos. Isso porque, após uma espécie de promoção da Binance, foi escolhido um investidor/fã para passar um dia como mecânico da Alpine.

Outras equipes que estiveram presentes no GP de Mônaco e também tem parceria com algum tipo de cripto investimento, são as tradicionais Ferrari, com acerto com a empresa Blockchain Velas. Além da Mercedes, com parceria com a FTX, mais um gigante dos investimentos na área. Diretamente ligada com alguma espécie de criptomoeda está a Alfa Romeo, que mais necessariamente tem um acordo com as maiores meme coins do mercado, SHIB (Shiba Inu) e FLOKI (Floki Inu).

Mais do que nunca, hoje as provas estão na cara de todos os telespectadores e investidores de que o mercado cripto dominou a F1. E não necessariamente apenas esse no ramo automobilístico, tendo também empresas presentes desde a Stock Car até o Moto GP.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar

Mais lidas

Continue Lendo
Relacionados

Empresa lança NFTs para apoiar futebol feminino; Entenda

O banco de investimento suíço Credit Suisse e a...

E-Sports e Metaverso; Conheça projeto da Talon

Talon Esports anunciou que está lançando um metaverso para...

2024 o ano dos Fan Tokens? Veja as melhores opções

A introdução da tecnologia blockchain e das criptomoedas revolucionou...

Gigante do Futebol Inglês cria sua própria Criptomoeda

O Tottenham Hotspur está colaborando com o Socios.com para...