Esportes já receberam bolada em investimentos da Web3; Veja o valor bilionário

Data:

Já a mais de dois anos, os ativos digitais passaram a ganhar um destaque fora de sua bolha. Mostrando ser um investimento que apesar de arriscado pode render grandes lucros para o futuro, empresas do tipo saíram do nicho e agora aparecem em grandes mídias. Mídias essas como o esporte, um dos principais focos desse mercado.

Seja em placas de publicidade, estampa de camisas e escuderias de carro, até em projetos no Metaverso e NFTs especiais, esse segmento já investiu bilhões nos últimos tempo, mais especificamente, 2,4 bilhões de dólares nos últimos 18 meses, de acordo com levantamento feito pela revista americana ‘Bloomerang’.

Esses valores, que ultrapassam os 10 bilhões de reais, fazem com que empresas de Criptomoedas, Tokens Não Fungiveis e Ativos no geral, disputem espaço ao lado de marcas e gêneros de investimento já consolidados, que vai desde empresas alimentícias até vestuário ou até mesmo bancos.

Os patrocínios de cripto no esporte

São diversas as empresas de cripto ativos que investem no esporte, mas é interessante citar algumas delas e seus trabalhos dos mais interessantes em parceria com organizações, times e torneios.

Uma marca que engloba todo esses segmentos é a Coinbase, exchange de Criptomoedas americana que domina o basquete no país norte-americano, tendo contrato de patrocínio excluído com a NBA, WNBA, NBA 2K LEAGUE e USA BASKETBALL. Além das organizações, a empresa é uma das poucas a seduzir Kevin Durant, astro da NBA muito cometido quando o assunto é fechar parcerias, prova da competência e promessa de lucro que mostra o mercado.

Outra exchange que está presente no universo de basquete dos Estados Unidos é a FTX, que além de patrocinar oficialmente o Miami Heat, é dona dos naming rights da arena do Heat, num acordo milionário.

Por fim, a Binance, maior empresa de Criptomoedas do mundo, possui um portfólio e tanto de parcerias no esporte, que passam por inúmeros países do planeta, inclusive o Brasil.

No entanto, os patrocínios mais interessantes de se citar são o de Cristiano Ronaldo, que agora é garoto propaganda da marca. E acordos com os times de futebol europeu Lazio e Porto.

Ainda no futebol, no início do ano a Binance foi de forma oficial a principal marca presente no patrocínio da Copa das nações africanas.

Além das marcas especialistas em ativos digitais em si, diversas empresas das mais variadas indústrias construíram projetos na web3 envolvendo o esporte.

Produtoras de matérias esportivos como Nike, Adidas e Puma por exemplo, constantemente fazem ações no Metaverso para o lançamento de produtos ou NFTs colecionáveis.

Casos recentes desse tipo são a estreia do 3° uniforme da nova temporada do Manchester City, que foi feito no Metaverso de Roblox. Além de uma coleção de NFTs feita pela Nike, baseada no estilo de tênis Sneakers, que faz sucesso na moda streetwear.

Bitcoin e Ethereum costumam ser as principais Criptos na hora de montar ações desse gênero, que foca no sistema de Blockchain principalmente com o intuito de aproximar os fãs, mesmo que com uma atitude que foca no digital e não no real.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar

Mais lidas

Continue Lendo
Relacionados

Empresa lança NFTs para apoiar futebol feminino; Entenda

O banco de investimento suíço Credit Suisse e a...

E-Sports e Metaverso; Conheça projeto da Talon

Talon Esports anunciou que está lançando um metaverso para...

2024 o ano dos Fan Tokens? Veja as melhores opções

A introdução da tecnologia blockchain e das criptomoedas revolucionou...

Gigante do Futebol Inglês cria sua própria Criptomoeda

O Tottenham Hotspur está colaborando com o Socios.com para...