FIFA; NFTs estarão presentes no maior game de futebol do mundo?

Data:

Uma das maiores franquias de Videogames do mundo, o FIFA, da produtora EA (Eletronic Arts), também é um dos games que mais já movimentou dinheiro na história. Com o modo de jogo Ultimate Team, onde os jogadores montam sua equipe através de cartas de jogadores de futebol real, a EA lucra bilhões em cada versão que é lançada do game anualmente. Tendo um mercado tão lucrativo, os fãs começaram a se perguntar do porque o sistema de tokens não fungiveis (NFTs) não se introduz no jogo.

Febre no universo da web3, os jogos NFT, ou jogos Blockchain, ou até os play-to-earn, se tornaram uma categoria de games que vem atraindo investidores e entusiastas do videogame, com a proposta de dar diversão e lucros ao mesmo tempo.

Tendo um mercado dentro do FIFA regrado, consolidado e que permite a liberdade de compra e venda das cartas entre os jogadores, a inserção do esquema de NFTs poderia gerar ainda mais lucro a empresa, no entanto, esse não parece ser o foco da Eletronic Arts no momento.

Em declaração, o diretor executivo da editora de games, Andrew Wilson, revelou que sabe do crescimento e da importância do assunto atualmente, mas não vê isso como prioridade para o FIFA ou qualquer outra franquia da empresa.

“A colecionabilidade é formada por quatro métricas: alta qualidade, escassez, autenticidade e um grupo de pessoas que valoriza o conteúdo. Acredito que isso é importante para a indústria e para as experiências que ofertamos. Se isso faz parte do NFT ou blockchains, veremos no futuro e, assim, avaliaremos depois, mas isso não é algo que estamos preocupados agora”, afirmou Andrew Wilson.

Algo parecido com o que o FIFA já faz a mais de 10 anos, só que envolvendo de fato NFTs, é o fantasy game Sorare.

Possibilitando assim como no Ultimate Team do FIFA a montagem de um time a partir de cartas de jogadores, a diferença é mostrada quando na Solare a compra desses cards, que são NFTs, é feita por meio de criptomoedas. Além disso o jogador não joga de fato com o time, diferente de como é no game da EA.

O Sorare está desde 2018 no mercado, tendo parceria com inúmeros times do mundo, que junto a plataforma vem lucrando milhões com o Blockchain baseado em Ethereum do game.

Editora do FIFA é criticada por “caça níquel”

Um dos motivos que pode surgir com impecilio da introdução de NFTs no FIFA, é o aumento que pode ter da má fama envolvendo justamente a compra e venda de itens no FIFA.

Por toda a comunidade gamer, a EA não é bem vista por conta de exigir que o jogador invista muito dinheiro para montar um bom time e poder competir.

Acusada de “caça níquel” dos videogames, já a alguns anos a empresa vem tentando se desvincular dessa fama, agora, se livrando de um sistema que exige ainda mais o poder monetário de seus jogadores, que anualmente já tem de desembolsar 300 reais na compra da versão anual do FIFA.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhar

Mais lidas

Continue Lendo
Relacionados

Produtora de NFTs se torna mais nova parceira de gigante da NFL

Gigante na produção de NFTs e ativações no mercado...

Golpe de Criptomoeda da Copa do Mundo 2022 derrete 70%; Veja o prejuízo

A pouco menos de 100 dias para o início...

Uniforme de Equipe de Rugby ganha patrocínio de Jogo NFT

Nos dias de hoje, é mais do que comum...

Esportes já receberam bolada em investimentos da Web3; Veja o valor bilionário

Já a mais de dois anos, os ativos digitais...