CBF ESTRAGA A NOVA SÉRIE C

Data:

CBF ESTRAGA A NOVA SÉRIE C

     A CBF anunciou no ano passado a criação da Série D do Campeonato Brasileiro. O anúncio da quarta divisão em 2008 foi atrelado a um prometido fortalecimento da Série C, que seria realizado com formato semelhante ao das Séries A e B e com transmissões e aporte financeiro da TV. Muitos clubes médios do país, como o Caxias, investiram para chegar à Série C e fizeram contratos longos com os atletas pensando em um calendário anual de jogos. Porém, a  própria CBF estragou os seus bons planos para os clubes menos famosos e populares do país ao anunciar no dia 17 deste mês um novo formato para a Série C. O campeonato terá vinte clubes divididos em quatro grupos na sua fase inicial. Com isto, um time pode ser eliminado após apenas oito jogos e poderá jogar só dois meses, ao contrário do prometido calendário anual para a Série C. Lamentável virada de mesa promovida pela própria CBF.

 

—————-

Acompanhe a Nota Oficial da CBF emitida em seu site na terça-feira (17/03):

 

Série C

Serão quatro grupos de cinco clubes cada (em lugar de dois grupos de dez), definidos regionalmente, classificando-se dois por grupo; seguem-se disputas eliminatórias (na sequência 8/4/2 clubes)até que se conheça o campeão. Os quatro clubes que ascenderão à Série B serão os semifinalistas da Série C.

A composição dos Grupos será a seguinte:

Grupo A

Rio Branco/AC

Sampaio Corrêa/MA

Luverdense/MT

Águia de Marabá/PA

Paysandu/PA

Grupo B

ASA/AL

CRB/AL

Confiança/SE

Icasa/CE

Salgueiro/PE

Grupo C

Gama/DF

América/MG

Mixto/MT

Ituiutaba/MG

Guaratinguetá/SP

Grupo D

Marília/SP

Marcílio Dias/SC

Criciúma/SC

Brasil/RS

Caxias/RS

 

Série D:

Serão 10  grupos de quatro clubes cada (em lugar de oito grupos de cinco), definidos regionalmente, classificando-se dois por grupo; seguem-se disputas eliminatórias (na sequência 20/10/8/4/2 clubes) até que se conheça o campeão. Os quatro clubes que ascenderão à Série C serão os semifinalistas da Série D. 

Tags: , , ,

19 comentários para “CBF ESTRAGA A NOVA SÉRIE C”

  1. o Observador disse:

    Pois é Campelo, mas a Serie C e D tem problemas de $$.

    a CBF devería vender a série C para a TV e usar esta verba (mais um % da serie B e A) para garantir as viagens dos clubes para se enfrentar. ai sim, poderia ser feito um esquema de 20 clubes por divisão, todos x todos subindo 4 e descendo 4.

    mas a formula visa economizar, e acaba desbalanceando o campeonato. pode acontecer que uma metade seja muito mais forte que a outra.

    acho que a divisão pode servir, mas minha crítica é com a separação em grupos. poem um grupo por regional então. 10 Norte e 10 Sul…

    grante pelo menos 18 jogos.

    mas é uma sinuca de bico né… complica muito armar uma serie C e D, com clubes quase quebrados.

    como tu montaria os campeonatos Campelo… fala ai!

    RESPOSTA DO CAMPELO: Eles prometeram um campeonato como nos moldes das Séries A e B, mas pelo jeito foi mais uma promessa vazia aos clubes feita pela cartolagem.

    Eu faria, em função do custo, o campeonato em duas chaves de 10 regionalizado.

    Abraços.

  2. Fagner dos Santos disse:

    Li isso ontem, em um sítio desses da internet. Bem badalado, cheio de comentários. Eis que os cariocas reclamaram dos critérios para a seleção dos times da série C e “reivindicaram” vagas para os fluminenses, que não tem nenhum representante entre os clubes envolvidos. Acho que mora por aí a desistência da CBF. Se comercializasse pacotes de transmissão, pouca gente se interessaria. E também mora aí a burrice do nosso eterno Teixeira: de repente, emissoras pequenas poderiam transmitir com valores menores em sistema de rede, como se faz nas rádios. E a TV Educativa podia entrar nessa, já que abandonou o futebol desde que parou de transmitir a copa africana de seleções.

  3. Matheus Signori disse:

    É brincadeira, quando achava que o futebol brasileiro estaria finalmente a altura dos europeus (em termos de organização), vem a CBF fazer uma palhaçada dessas. Se é pra ser assim que unifiquem a série C e D numa só como fez a FGF alguns anos atrás com a segundona e terceirona gaúcha.

  4. lucas disse:

    que sacanagem da cbf

  5. TRICOLORS disse:

    O pior foi que, além de estragarem o campeonato, as chaves ficaram desiguais… As chaves A e B, nem se comparam com as D e C que são muito mais fortes… Vai acabar que, times que mereciam ir mais longe, não saiam nem da 1ª fase, e times medíocres passem para 2ª… LAMENTÁVEL!!!

    Acho que a idéia de 2 grupos de 10, classificando 4 cada, seria mais racional e justa… E essa idéia de comercializar para redes televisivas menores, com custo mais baixo também seira uma boa… A TVCOM transmitiria os jogos dos gaúchos com certeza…

  6. Klaus Kaiser disse:

    Ernani, esta questão da série C é complicada, pois são clubes com baixíssimo orçamento e que se não tiverem o aporte finaceiro adequado de uma televisão ou da própria CBF não tem como jogarem 38 jogos (todos contra todos em turno e returno). Com certeza teríamos times abandonando a competição em meio ao campeonato. Não concordo com o leitor Sr. Fagner dos Santos, que coloca a culpa no Ricardo Teixeira pelo problema. O Sr. Teixeira credibilizou – e muito – o brasileirão da séria A, criou uma fortíssima série B, que hoje é disputadíssima e em alguns aspectos até rentável e agora está tentando estruturar a série C. Antes de malhar o Judas vamos dar a ele (Sr. Teixeira) mais um crédito de confiança para que faça com a série C (se não este ano, no próximo) um ótimo campeonato como são hoje as séries A e B, exemplos de organização. abraços do seu amigo de sempre, Klaus Kaiser.

  7. Maurício disse:

    Lamentável esta decisão da CBF, não só pelo formato, mas nota-se que os grupos “C” e “D” são muito mais fortes que os demais… a série C com pontos corridos seria mais interessante, mas não sei se os clubes teriam dinheiro para bancar as viagens de norte a sul do brasil para os jogos, mesmo com o auxilio que a CBF paga para eles

  8. o Observador disse:

    Pois é,

    é dificil copiar organização de outros países porque o Brasil é muito grande territorialmente.

    acho que, de repente, uma especíe de 3ª divisão inglesa… onde as disputas são regionais.

    sul, sudeste, centro oeste, nordeste e norte.

    cada qual faz sua 3ª divisão, e no fim, os 2 ou 3 primeiros de cada regional fazem uma competição rápida para ver quem sobe pra segunda

    acho que não era de todo mal.

    o problema é que nem sempre o que cai da 2ª div. para a 3ª vai ser da mesma região que subiu… então volta o formulismo para cada 3ªdiv.Regional.

    com um pouco de trabalho pode sair algo legal, não acha campelo???

  9. Edy disse:

    Discordo completamente quando dizem que os grupos C e D são mais fortes, aliás, “muitos mais” fortes que os grupos A e B. Não é assim que se julga quem é melhor. Quem diz isso parece não conhecer o que é futebol, onde ganha quem é melhor dentro de campo, e não pelo nome do time, por exemplo.

    A proposta original de apenas 2 grupos era boa. Mas a incerteza de patrocínio para os clubes, e como está acabando o prazo para a CBF divulgar a tabela da competição (pelo estatuto do torcedor), fez com que a CBF modificasse a fórmula para não prejudicar financeiramente os clubes.

    A série C também possui jogos de bom nível e grandes públicos. Mas ainda não tem o patrocínio mínimo necessário, e quando houver, a CBF vai cuidar para que se tenha um formato de campeonato mais atrativo para o público, e consequentemente, para os patrocinadores.

  10. Técnico 109 disse:

    Sr. Klaus Kaiser , que vitalizou a Série A foi o Clube dos 13 que procurou, procurou, procurou exaustivamente por melhores patrocínios e venda de jogos e consegiu!

    Ricardo Teixeira é um câncer burocrata que tem que sumir do mapa o mais depressa possível, só falta ele dos 3 grandes buracos negros futebolísticos dos últimos anos: João Havelange, Ricardo Teixeira e Eurico Miranda

  11. Klaus disse:

    Esse é um dos raros momentos em que concordo com a CBF pois considero campeonato de pontos corridos um grande porre, na minha opinião todo campeonato tem que ter final pois normalmente em uma final tu ve quem é quem, é muito mais emocionante que esses campeonatos longos, chatos e sem graça como a série A do brasileiro.

  12. Luc disse:

    O grupo D é um dos mais fracos, pois tem dois time rebaixados…

    Bom para Caxias, Criciuma e Marília, ou seja, 3 times para 2 vagas.

  13. RICARDO disse:

    OLHA, EU NÃO CONCORDO QUE OS GRUPOS A e B, SEJAM MAIS FRACOS, POIS O FUTEBOL DO NORTE E DO NORDESTE ESTÁ EVOLUINDO, PROVA DISSO É QUE NO FINAL DA SÉRIE C DO ANO PASSADO, O CAMPINENSE SUBIU, E O AGUIA, CONFIANÇA E RIO BRANCO DERAM MUITO TRABALHO ÀS OUTRAS EQUIPES. PORTANTO, COLEGAS, NOME NÃO GANHA MAIS JOGO, O QUE FAZ UM TIME VENCER É TER ORGANIZAÇÃO, PLANEJAMENTO E CONTRATAR OS JOGADORES CERTOS PARA UMA DETERMINADA COMPETIÇÃO.

  14. Andre disse:

    Muita calma nessa hora!!!

    mudaram o formato, mas as chances são iguais pra todos!! Não concordo qdo dizem que os times do grupo A e B sao mais fracos, vejamos :

    No grupo A temos dois clubes de tradição no N/NE Paysandu e Sampaio Correia, o primeiro campeão da serie B, e recentemente jogou a serie A, o segundo campeão da Serie C, alem do Rio Branco que foi longe na serie C do ano passado.

    Se o caxias – rs ficar em terceiro no grupo dele, é pq nao merece ser campeão mesmo e que fique na terceira.

    Nem preciso falar do grupo B,Paysandu, Sampaio, Asa e Crb, tem mais torcida do que qualquer outro time da atual teceira…

    com um pouco de organização e tendo sucesso nos seus caldeirões locais, tomem cuidado com os times do Norte/Nordeste.

    muita calma mesmo…

  15. wagner luiz disse:

    Concordo com o André, não é bem assim, os grupos A e B tem times de massa, e times de menor expressão de são muito bem arrumados, vou pegar apenas dois exemplos:

    PAYSSANDU, Bi-campeão brasileiro da serie B, campeão do norte, Campeão dos Campeõs, jogou libertadores, Caiu de divisão está na serie C grupo A, porém esta em reetruturação e além de Capeão paraense 2009 fez bons investimentos para o mesmo e para a serie C, aqui em Belém ningume tem duvidass que é um dos mais fortes não só para subir, como ser campeão.

    AGUIA, CRB, RIO BRANCO E SAMPAIO: times que foram bem em seus campeonatos regionais e alguns na copa do Brasil, sendo os tres ultimos times ed massa e em casa são dificeis de serem batidos

    Então respeitando os times do centro-sul, ninguem tem medo de quem nos acha inferior, vamos ver nas finais aqui no OLIMPICO DO PARÁ o bicho vai PEGAR, ” vamo subir papão”!!!!!!!!!!!!!!

  16. Eder disse:

    o campeonato brasileiro da série C precisa ser esticada e muito investimento, a cbf tem que fazer a série C em pontos corridos igual das séries A e B em 2010, a série C começará depois da copa do mundo,a cbf tem que colocar a série C em pontos corridos.

    a série D tem que ser esticada com mais jogos para que as 4 divisões do campeonato brasileiro sejam muito fortes e competitivas.

    a séries C e D tem que ser esticada para o melhor dos clubes.

  17. Eder disse:

    Senhor Ricardo Teixeira,favor coloque mais patrocinadores e contrata mais ,sistemas de televisão que paga salários mais altos para os jogadores das séries C e D.

    Assim,se torna mais lucro e que coloca tudo isso em 2011,em prática, isso ajuda os jogadores e que coloca a partir de 2011 pontos corridos na série C com 380 jogos em 38 rodadas igual das séries A e B cancelado em 2009.

    Espero, que você leia esse comunicado e faz, a partir do campeonato Brasileiro de 2011, séries C e D muitos fortes igual das séries A e B.

  18. Francisco disse:

    só para voces verem como é desigual a série c, aqui no meu estado o icasa caiu para a segunda divisão cearense e subiu da série c para a série b do brasileiro.Como isso é possível?

    Acredito também que a formula que a cbf colocou para a competição é absurda, pois por exemplo o campeão da série d joga mais que o campeão da c.

    Pela questão dos custos, a cbf é uma entidade cheia de patrocinadores, e acho que ela deveria liberar recursos financeiros para os clubes, mesmo que sejam bem menores que para os times da série a e b

    E pela questão de logistica, acredito que uma série c em pontos corridos é muito complicada para os clubes se manterem. Acredito que a divisão em 2 grupos de 10 equipes, com 18 jogos para cada equipe na primeira fase seria o mais ideal. Os times jogariam somente nos finais de semana, teriam calendário até o final do ano e financeiramente não seria muito inviável

  19. Eder disse:

    Campelo,por favor fala para a CBF colocar a Série C em pontos Corridos o Brasil merece fortalecer o futebol nos campeonatos Brasileiro manda um e-mail para a CBF que o Brasil merece ter a série C para se preparar para a copa de 2014,também fala que a série C merece a ser disputada em pontos corridos que em 2011 a CBF colocar em prática como fez com a série B alguns anos atrás.

Deixe um comentário






Artigo anterior
Próximo artigo

Compartilhar

Mais lidas

Continue Lendo
Relacionados

Empresa lança NFTs para apoiar futebol feminino; Entenda

O banco de investimento suíço Credit Suisse e a...

E-Sports e Metaverso; Conheça projeto da Talon

Talon Esports anunciou que está lançando um metaverso para...

2024 o ano dos Fan Tokens? Veja as melhores opções

A introdução da tecnologia blockchain e das criptomoedas revolucionou...

Gigante do Futebol Inglês cria sua própria Criptomoeda

O Tottenham Hotspur está colaborando com o Socios.com para...